sexta-feira, 18 de agosto de 2017

UMA VEZ VOCÊ, UMA VEZ EU - DIEGO MARTELLO


Título: Uma Vez Você, Uma Vez Eu
Autor: Diego Martello
Editora: Novo Século
Páginas: 181
Ano: 2015
Nota: 5/5 + ♥

Compre na Amazon:


Hey pessoal, como estão? :) 
Hoje vim trazer a resenha de um livro nacional super lindo e incrível que li recentemente. Espero que gostem do post! :) 

Uma Vez Você, Uma Vez Eu, de Diego Martello, conta a história de Willian, um homem bem sucedido, com uma vida estável e confortável. Casado com Eva, filho de Marcos e órfão de mãe, a qual ele era muito apegado.

Algumas coisas o angustiam constantemente. Sua esposa não consegue ter filhos, apesar dos dois tentarem com muita frequência. A relação de Willian e seu pai é conturbada, embora haja o desejo de reconciliação, mesmo que não seja algo demonstrado constantemente. Apesar da boa vida que tem, Willian se sente cada vez mais angustiado devido a esses problemas.

Eva sempre busca convencer Willian a se aproximar de seu pai, mas ele sempre se mantém relutante quanto a isso. Porém, isso muda quando sua esposa lhe avisa que seu pai quebrou a perna num acidente de moto, o que faz com que Willian decida, finalmente, a ir visitá-lo para ver como ele está.

A partir dessa visita muitas coisas na vida de Willian começam a mudar. Ele passará por inúmeros desafios internos em busca de resolver todos os problemas que estão afligindo sua vida.

diego martello

A má relação de Willian e Marcos é descrita rica em sentimentos. Facilmente sentimos junto ao protagonista toda a tensão, tristeza, angústia e frustração que isso causa a ele e percebemos o quão verdadeiro e real isto é. 

A frustração do casal por Eva não conseguir engravidar foi uma coisa que me tocou muito. A todo momento desejava que tudo desse certo e eles conseguissem construir sua tão sonhada família. Com certeza o escritor acertou em cheio na hora de abordar as emoções colocadas na história. 

O livro oscila entre momentos atuais, lembranças e reflexões. Passamos boa parte da leitura mergulhados apenas no que se passa na mente de Willian. Apesar de ser algo que poderia fazer o leitor se perder na história, isso não ocorre, Diego soube adicionar isso na história de maneira bem construída.

Por estarmos constantemente imersos nos pensamentos de Willian, notamos o quão bem desenvolvidos e claros são a sensação de medo, insegurança, ansiedade e outros sentimentos negativos que o personagem sente e que muitas vezes são similares ao que sentimos no decorrer de nossas vidas. Entretanto, em sequência a isso sempre vem uma boa reflexão que nos faz pensar em melhores formas para lidarmos com essas emoções e nos tornarmos pessoas melhores para os outros e para nós mesmos. Com certeza um livro para reler sempre para nunca esquecer de seus ensinamentos.

Me identifiquei com algumas situações e sentimentos apresentados no livro, o que me fez gostar ainda mais dele e filtrar coisas maravilhosas.

É um livro com uma história surpreendente, com acontecimentos fortes e enredo bem construído. No decorrer da história nos deparamos com uma grande reviravolta, mas nada comparada com a do final, que foi totalmente inesperado.

O livro é curto e pode ser lido rapidamente (eu particularmente demorei um pouco mais pois gosto de parar após algumas reflexões para filtrar melhor). A diagramação é muito boa. A fonte é de um tamanho bom, apesar de estar mais próxima de ser pequena, e tem bom espaçamento, fazendo com que não canse os olhos durante a leitura. O livro é complexo, mas não de forma ruim e pesada, e sim de uma maneira super desenvolvida, mesmo que em poucas páginas. Além disso essa capa é maravilhosa! Eu me apaixonei por essa arte no momento em que a vi.


Super recomendo para todos, tenho certeza que vão admirar essa obra e melhorar muito suas vidas com as boas reflexões apresentadas. 

Espero que tenham gostado da resenha! Comentem abaixo se ficaram com vontade de ler o livro ou se já leram, caso tenham lido me digam o que acharam! :)

Abraços e até mais.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

LEITURAS DE JULHO 2017


Hey pessoal, como estão?! :) 
Após muito tempo venho trazer mais um post sobre minhas leituras do mês! Dessa vez sobre o que li em julho. 

O principal motivo pelo qual parei de trazer posts desse tipo aqui no blog foi que ultimamente minhas leituras estavam muito lentas e eu estava lendo praticamente só ebooks (o que dificulta muito a preparação das fotos). Mas agora que estou voltando ao bom ritmo de leitura esses posts vão voltar a aparecer por aqui. :) 

Apesar de mês passado não ter concluído tantas leituras como gostaria, acredito que foi bom para servir de impulso para a volta do meu ritmo normal de leitura. 

Primeira leitura: As Aventuras de Tibor Lobato: A Guardiã de Muiraquitãs, de Gustavo Rosseb


Este livro é o segundo volume da série As Aventuras de Tibor Lobato e já tem resenha aqui no blog sobre os dois volumes da série lançados até agora, vocês podem conferir clicando aqui (para ler a resenha do livro 1) e aqui (para resenha do livro 2). :) 

Essa é uma série de fantasia envolvendo o folclore brasileiro de uma maneira divertida e encantadora que nos faz admirar e se interessar mais pela nossa cultura.

Eu amei conhecer esta série e estou muito ansiosa para o lançamento do terceiro volume!

Uma leitura super fluída e cheia de aventuras que te prende do início ao fim. Super recomendada para qualquer idade. 

Minha nota para esse livro foi 05/05.

Compre na Amazon:

Segunda leitura: Eu Sou Mesmo Assim... Gabriela, de Gabriela Rossi Bernardes


Minha segunda leitura de julho foi esse livro de poesias leves, simples, criativas e tocantes. 

Eu adorei muito as poesias, todas são de leitura super fluída e trazem expressões e observações sobre diversas coisas envolvidas em nosso cotidiano de uma maneira  poética e cheia de sentimentos.

O início do livro traz um pouco sobre a história da autora, o que nos faz admirar mais ainda este trabalho pela grande dedicação da Gabriela apesar de todos os obstáculos e dificuldades. Um livro que recomendo muito! 

Logo sai resenha dele aqui no blog. :) 

Minha nota para esse livro: 04/05.

Terceira leitura: Uma Vez Você, Uma Vez Eu, de Diego Martello


Este livro nos traz muitas reflexões sobre eventos comuns na vida de grande parte das pessoas e nos faz pensar se estamos mesmo lidando com tudo isso de maneira correta. É uma história super envolvente principalmente pela forma como aborda determinados assuntos e momentos do livro, além de conter muitas reviravoltas, nos instigando a ler cada vez mais.

Foi uma leitura que gostei muito de fazer e um livro que recomendo a todos. Além da história ser super bem construída, pode nos ajudar a lidar melhor com determinados acontecimentos de nossa vida, trazendo lições muito importantes o tempo todo.

A resenha do livro saí aqui no blog em breve!

Minha nota para esse livro foi: 05/05.

Compre na Amazon:


Por hoje é isso! Espero que tenham gostado do post. :)
Me digam nos comentários se já leram alguns desses livros ou se têm vontade de ler algum deles. 

Logo postarei muitas resenhas de livros incríveis por aqui, então fiquem atentos! ;)

Abraços e até mais!

terça-feira, 18 de julho de 2017

PRIMEIRAS IMPRESSÕES - VESPERELEGIA: O OBJETO DA ESCURIDÃO - MARIA FERNANDA ROSENSTOK



Livro em pré-venda no site da editora PenDragon

Hey pessoal, como estão? :) 
Esses dias postei aqui a divulgação da pré-venda do livro Vesperelegia: O Objeto da Escuridão e no post eu deixei o link dos primeiros capítulos do livro (confira o post aqui). Hoje trago minhas primeiras impressões sobre os capítulos de degustação que a autora disponibilizou no Wattpad. Vocês podem ler clicando aqui.

A narrativa de Vesperelegia: O Objeto da Escuridão é incrível, em poucas linhas você se vê preso na história e logo de cara sente necessidade de ler tudo de uma vez. 

Os personagens apresentados até então são curiosos e até mesmo misteriosos, fazendo com que a todo momento você acredite que tem algo por trás de cada um. 

Alguns acontecimentos da história são super interessantes. Cenas envolvendo sonhos horríveis, peculiaridades nos personagens, mistérios por trás da protagonista e muito mais, tudo isso me chamou a atenção e me fez desejar saber logo como vai se desenvolver essa história.

Apesar de apresentar muitas situações comuns do cotidiano de todo mundo, os mistérios por trás da protagonista nos transportam a todo momento para fora dessa zona de conforto e tão comum e nos faz questionar o que está acontecendo ali, o motivo de tudo aquilo e aonde tudo isso vai nos levar. Com certeza será uma história com muita coisa a se desenrolar ao longo do enredo, e eu estou muito curiosa para descobrir tudo isso.

Eu recomendo demais que todos leiam os capítulos já disponibilizados, tenho certeza de que irão gostar. E caso gostem, podem adquirir já seus exemplares na pré-venda clicando aqui. :)

Assim que eu ler o livro todo trago resenha para vocês. :) 

Bom pessoal, por hoje é isso. Espero que tenham gostado do post!
Abraços e até mais.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

AS AVENTURAS DE TIBOR LOBATO: A GUARDIÃ DE MUIRAQUITÃS - GUSTAVO ROSSEB


Título: As Aventuras de Tibor Lobato: A Guardiã de Muiraquitãs
Autor: Gustavo Rosseb
Editora: Jangada
Edição: 1
Páginas: 336
Ano: 2016
Nota: 5/5


Compre na Amazon:

Hey pessoal, como estão? :) 
Hoje venho trazer a resenha do livro A Guardiã de Muiraquitãs, segundo volume da série As Aventuras de Tibor Lobato, que, aliás, eu gostei muito. Já resenhei O Oitavo Vilarejo (primeiro livro da série) e vocês podem conferir clicando aqui. :) 

A Guardiã de Muiraquitãs se passa um ano após O Oitavo Vilarejo, novamente no período próximo à quaresma. Tibor está super ansioso pela chagada da quaresma, apesar dos perigos e trágicos acontecimentos da quaresma passada, o garoto se sente entediado com a atual calmaria do sítio e anseia por novas aventuras. Essa sensação de tédio logo passa a deixá-lo irritado e explosivo, o que causa alguns conflitos com a irmã, Sátir; o melhor amigo, Rurique e sua avó Gailde. Tibor mal sabia o que essa nova quaresma traria para sua vida. 

Já na primeira noite de quaresma as coisas começam a ficar estranhas. Tibor, Sátir e Rurique estão em uma festa na vizinhança e de repente uma série de desmaios começa a acontecer. Para Tibor é ainda pior quando passa sozinho por uma experiência completamente estranha, que inclui a aparição de um homem misterioso que tem um aviso para lhe dar. 

Passado alguns dias, já com a tragédia dos desmaios resolvida, Sátir desaparece do sítio, deixando apenas um bilhete justificando sua fuga. Apesar da letra claramente ser da menina, Tibor (que a conhece melhor do que todo mundo) insiste em dizer que a irmã não fugiria, e que provavelmente foi raptada e corre perigo, mas ninguém parece levar isso muito a sério. Mesmo com uma equipe formada em busca de Sátir, Tibor decide que ele mesmo precisa procurar sua irmã, e Rurique, como era de se esperar, decide ir com o amigo. 

Na busca por Sátir, os meninos encontrarão novas pessoas e criaturas. Algumas amigas, outras inimigas e, claro, alguns traidores. Além disso, descobrirão pela Guardiã de Muiraquitãs que o último amuleto foi roubado. Como vencer todas as criaturas horrendas que irão aparecer em seu caminho e, o pior de todos, a Cuca, sem ter a ajuda e proteção do Muiraquitã? Apesar de todos os obstáculos, dificuldades e perigos, Tibor e Rurique não desistem de tentar encontrar Sátir. 


Em A Guardiã de Muiraquitãs, Gustavo novamente nos surpreende com uma história repleta de aventuras, personagens super carismáticos e bem construídos e as criaturas do nosso folclore. Novamente ressalto o quanto acho incrível a abordagem que o autor faz e como ele consegue trazer nosso folclore para a história de uma maneira tão bem construída, encantadora e divertida, estimulando nossa imaginação e fazendo apreciar cada vez mais essa cultura que aos poucos está se perdendo. 

Além disso, o escritor consegue ligar muito bem todos os pontos da história, nada é "desnecessário" e nada se torna se torna incompleto, ao longo do enredo tudo se liga, mostrando uma história super bem pensada e construída. 

Apesar da maior parte da história se passar na busca por Sátir, vários eventos vão acontecendo, inúmeras criaturas novas são descobertas e novos personagens aparecem, expandindo o universo de As Aventuras de Tibor Lobato e complementando mais criaturas e pessoas apresentadas no volume 1 da série. Posso dizer que alguns desses personagens nesse segundo livro me encantaram demais e me fizeram criar um carinho muito especial. 

Os acontecimentos e as criaturas apresentadas no segundo livro são mais misteriosos e perigosos do que no primeiro. Neste segundo livro os eventos se tornam mais tensos, os perigos são constantes e a gente sente que a qualquer momento algo ruim vai acontecer ou que chegará um ponto em que os personagens não vão conseguir sobreviver, devido as circunstancias. A Guardiã de Muiraquitãs é um livro mais extenso que O Oitavo Vilarejo também, e essas páginas a mais possibilitam uma exploração maior e mais acontecimentos no enredo. 


No final da história ocorreram algumas coisas que mexeram demais com minhas emoções. Um desses acontecimentos me fez chorar muito e me sentir imensamente triste (tão forte foi minha ligação com o livro). Outro acontecimento me deixou super preocupada e curiosa, pois foi algo realmente inesperado e confesso que até agora não me conformo com ambos os acontecimentos. Desejo demais a continuação para saber o que irá acontecer agora. 

Assim como o primeiro volume da série, esse livro é ótimo para todas as faixas etárias, pois tenho certeza que encantará crianças e pessoas mais velhas, quem cresceu ouvindo histórias do folclore se sentirá nostálgico e quem não conhece ainda essa cultura incrível irá adorar conhecer. Tenho certeza de que todos os leitores se sentirão acolhidos por esse novo universo de nossa literatura. Além disso, a escrita do autor é super fluída, a história te prende e o livro nos traz mensagens lindas sobre amizade e família. 

Sobre a estética do livro, novamente a capa é linda, assim como o primeiro volume. A fonte e espaçamento continuam as mesmas (e ótimas) e ao final da história também possuem mais três contos folclóricos paralelos ao livro, que, aliás, amei ler e conhecer mais um pouco, pois nenhum dos contos trazidos eu conhecia ainda. 

Eu amei demais o livro e esta série está se tornando uma das minhas favoritas! Super recomendo para todos. 

(Primeiro e segundo volume da série)

ADICIONAL

Você sabia que o autor dessa série, Gustavo Rosseb, vai estar na Bienal do Livro do Rio de Janeiro esse ano? Ele estará lançando lá o terceiro livro desta série e é uma super oportunidade para quem vai à Bienal conhecer esse autor. 
Vocês poderão encontrar ele no estande da Editora Pensamento do dia 6 a 10 de setembro
Então não deixem de passar por lá para conhecê-lo e, quem sabe, adquirir seus livros (garanto que vale a pena). :)


Bem, pessoal, por hoje é isso. Espero que tenham gostado do post! :)
Comentem abaixo se já leram ou se desejam ler os livros, e se já leram me digam o que acharam, vou adorar saber!
Abraços e até mais.

terça-feira, 11 de julho de 2017

PRÉ-VENDA VESPERELEGIA: O OBJETO DA ESCURIDÃO



Hey pessoal, como estão? :)
Hoje vim divulgar a pré-venda de um livro super incrível que vem aí: Vesperelegia - O Objeto da Escuridão, da escritora Maria Fernanda Rosenstok. Espero que gostem do post e da dica de hoje! ;)

O livro está em pré-venda no site da editora PenDragon e será lançado no dia 29/07 (falta pouquíssimo, né?), mas até lá vocês podem ir garantindo seus exemplares clicando aqui.

Além disso, a autora disponibilizou alguns capítulos para degustação lá no Wattpad, vocês podem ler clicando aqui.

Deixarei abaixo a sinopse:

Greta Verona vive com os pais em uma pequena cidade. Depois de um sonho nada comum e a chegada de duas inusitadas pessoas em sua vida, ela descobre ser uma Criança de Vênus,  um espírito lendário que procurar estabelecer o equilíbrio entre o bem e o mal através dos tempos.

Contudo, sua vida tende a se complicar ainda mais com a notícia que sua tia Alice, até então desconhecida, lidera a Sociedade Luterista, que procura o fim das Crias de Vésper e a dominação de todo o Universo. Greta Verona precisa encontrar "O Objeto da Escuridão" antes que sua tia junte os artefatos da Tríplice Aliança e domine todas as formas de vida existentes, mas essa não será uma tarefa simples: a Sra. Morte é a grande guardiã do Objeto da Escuridão.


Mais informações consultar o site:

Espero que tenham gostado do post de hoje! Logo trago minhas primeiras impressões sobre livro. 
Não deixem de comprar seus exemplares na pré-venda. :) 
Abraços e até mais.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

AS AVENTURAS DE TIBOR LOBATO: O OITAVO VILAREJO - GUSTAVO ROSSEB


Título: As Aventuras de Tibor Lobato: O Oitavo Vilarejo
Autor: Gustavo Rosseb
Editora: Jangada
Edição: 2
Páginas: 223
Ano: 2016
Nota: 5/5

Compre na Amazon: 


Hey pessoal, como estão? :)
Hoje trago a resenha do primeiro livro de uma série nacional fantástica que li recentemente. Espero que gostem do post.

O Oitavo Vilarejo é o primeiro livro da série As Aventuras de Tibor Lobato, onde, de início, somos apresentados ao casal de irmãos Lobato.

Tibor e sua irmã mais velha, Sátir, viviam com seus pais em um acampamento cigano, até que um terrível acidente aconteceu e seus pais morreram.  Após isso, os dois foram morar em um orfanato por dois anos, até que a avó deles (que eles nem se lembravam de já ter conhecido) os encontra e assume a guarda dos dois, e os irmãos partem para morar com ela em seu sítio, na chamada Vila do Meio.

Ao redor da Vila do Meio há mais seis vilarejos. Porém, existe uma lenda que diz haver um Oitavo Vilarejo.

Logo após se instalarem no sítio, Sátir e Tibor conhecem Rurique, um garoto com idade próxima às deles que mora ali por perto e sempre ajuda Dona Gailde (avó dos irmãos Lobato), e logo o garoto se torna grande amigo dos dois irmãos.

Tibor e Sátir então passam a conhecer melhor sobre a região, seus costumes e cultura, e logo ficam sabendo sobre certos mistérios do local. De acordo com as especulações locais, durante o período da quaresma, coisas estranhas e assustadoras assombram a região, e esses acontecimentos são causados pelas criaturas do folclore. Vindos de fora, os irmãos logo de cara não acreditam em nada que envolva isso, pois sempre ouviram que esses elementos e criaturas eram apenas lendas. O próprio Rurique, que já morava ali antes, desconfia que essas coisas não existem, e mesmo sendo alertados a não sair por aí nas noites de quaresma, os três partem sozinhos em uma aventura para provar que tudo isso não passa de lendas, até que acontecimentos estranhos mudam totalmente suas opiniões e passam a ficar cada vez mais próximos deles, até mesmo colocando-os em grandes riscos.


Provavelmente o mais interessante deste livro é nos trazer mais sobre nosso folclore, que nos dias de hoje quase nunca é explorado. O autor conseguiu usar criaturas e outros elementos de uma forma muito curiosa, completa e divertida, fazendo com que eu mudasse minha opinião sobre nosso folclore e quisesse ler mais a respeito dele. O modo como esses elementos foram colocados na história ficou bem completo e muitas vezes um se ligou ao outro, fazendo com que o livro não seja simplesmente um aglomerado de criaturas jogadas na história com aparições sem sentido e sem acréscimo ao enredo. Além disso, pude conhecer mais sobre histórias tão fascinantes que ouvia muito brevemente quando criança.

Outra coisa que realmente gostei no livro foi que, mesmo os personagens já estando no início da adolescência, eles fugiram dos padrões de adolescentes que mais parecem adultos imaturos e se entregaram ao lado mais infantil (mas nada exagerado), dando ainda mais ênfase na história e se tornando mais carismáticos.


Por conta dessas características dos personagens, por se passar num sítio e por abordar todas essas histórias compartilhadas, eu consegui me transportar para minha própria infância na casa de meus avós paternos, no interior do Paraná, onde eu sempre escutava eles e outros familiares contarem sobre aparições dessas criaturas do nosso folclore pelas redondezas, o que sempre me dava medo, mas também muita curiosidade e vontade de um dia presenciar isso também. Acho que uma das coisas mais importantes em um livro é conseguir fazer o leitor se sentir em casa, acolhido e se identificar, e esse livro conseguiu cumprir tudo isso para mim.

A estética do livro é ótima. A ilustração é maravilhosa e a diagramação torna o livro ainda mais fluído. Além disso, após o término da história o livro conta com três contos folclóricos que nos fazem conhecer mais sobre personagens retratados na história e nos auxilia no volume do próximo livro (sei disso porque já estou quase finalizando a leitura do mesmo hahah).


Esse livro é uma ótima escolha para crianças que estão começando a entrar no mundo literário. Os personagens passam mensagens lindas sobre família e amigos, são divertidos, a leitura é fluída e aborda nossa cultura, que às vezes parece estar sendo esquecida. As Aventuras de Tibor veio para nos fazer criar novamente a admiração e amor pelo nosso folclore.

Além de recomendar para crianças, super recomendo para qualquer idade, tenho certeza de que todos irão amar se aventurar por essas páginas.

Esse foi o post de hoje, pessoal. Espero que tenham gostado! :)
Me digam se ficaram interessados na história, e se já leram, me digam o que acharam da leitura, vou adorar saber!

Abraços e até mais!

quarta-feira, 21 de junho de 2017

SANGUE DE BALEIA - J. S. ALBINO


Título: Sangue de Baleia
Autora: J. S. Albino
Editora: PenDragon
Páginas: 194
Ano: 2016
Nota: 4,5/5

Compre na Amazon:

Livro Fisico:


Ebook:
 

Hey pessoal! Como estão? :)
Hoje venho trazer a resenha de Sangue de Baleia, um livro nacional super amorzinho. Espero que gostem!

O livro conta a história de Laura, filha de uma ex-estilista norte americana que morreu quando Laura era pequena, e de um homem super humilde, dono de uma rede de meios de hospedagem nacional. Desde criança Laura foi acima do peso, e por isso era chamada de baleia, mas ao invés de se sentir ofendida, ela gostava e decidiu que um dia seria uma veterinária para poder cuidar destes animais que ela passou a amar tanto.

Quando Laura completa o ensino médio, consegue uma bolsa de estudos nos Estados Unidos e parte para uma nova vida, onde conhecerá pessoas incríveis que mudarão sua vida para sempre.


Em Sangue de Baleia nos deparamos com acontecimentos muitas vezes considerados simples e banais, mas que nos mostram o quão importantes eles podem ser, além de conseguir fazer o leitor se identificar com muitos momentos.

A narração da autora é bem simples e leve, de uma forma que faz a gente sentir como se fossemos amigos próximos dos personagens e estivéssemos apenas ali ouvindo suas histórias, o que eu achei muito legal.

O livro é repleto de humor, principalmente porque a maioria dos personagens são super bem humorados, o que nos tira boas risadas com suas narrações e/ou diálogos, mas há momentos no livro em que também nos sentimos com raiva e, principalmente, tristeza com algumas coisas que ocorrem.

Os personagens são simples, mas fáceis de se cativar ao longo da história, conforme o enredo se desenvolve.

Uma coisa muito legal de se observar ao longo da história é como a vida dos personagens vai se desenvolvendo e o quanto eles vão crescendo e amadurecendo. Outro ponto que vale a pena ressaltar é que, apesar de abordar algumas coisas sobre o Bullying com a Laura, ela não se torna uma pessoa infeliz e com baixa autoestima por causa disso, na verdade Laura é uma personagem super feliz, e isso é mais uma coisa que gostei nela.

Sangue de Baleia passa uma mensagem muito linda sobre como devemos dar valor às coisas que temos e o quanto devemos prezar por elas, pois podemos perder coisas importantes a qualquer momento. Além disso, devemos sempre fazer o nosso melhor, enquanto podemos.

A história contém algumas reviravoltas e conflitos também, mas alguns deles acredito que poderiam ter sido desenvolvidos com um tempo maior, o que causaria um efeito melhor ainda na história. Algumas coisas no início também ocorreram rápido demais, mas ao longo do livro os fatos foram acontecendo de uma forma bem desenvolvida e realmente boa, compensando tudo isso.

O final do livro me tocou de uma forma imensa, me fez querer chorar por horas e mudar todo aquele final. Foi quando percebi que gostava mais daqueles personagens do que tinha imaginado, pois eu estava comovida com todos eles e sentindo suas dores como se fossem minhas. Apesar de não ser um final feliz, a autora construiu ele de uma forma surpreendente e sem falhas.

Eu li o livro em poucas horas. A narrativa é super fluída, o livro é curtinho e a história te prende de uma forma que você não quer parar até terminar (e quando termina, deseja não ter terminado).

A estética do livro é ótima. A capa tem um desenho lindo, a diagramação é boa para leitura e o livro conta com um detalhe que eu achei super criativo: ao longo das primeiras páginas de cada capítulo percebemos manchinhas pretas se alastrando pelas paginas, e a cada capítulo elas se espalham mais, dando realmente a imagem do sangue de baleia escorrendo. Incrível, não?




No geral eu gostei muito do livro, da narrativa, dos personagens, da mensagem transmitida e de tudo o que vivi pelas páginas.

Super recomendo esse livro para todos! Especialmente para aqueles que gostam de reviravoltas e histórias emocionantes.

Deixem aí nos comentários o que acharam sobre a resenha, se já leram esse livro ou se ficaram com vontade de ler, vou adorar saber! :)

Por hoje é isso, pessoal. Abraços e até mais! ♡